10 regras de SEO

Temos vindo a falar de SEO e optimização para motores de busca, mas geralmente fazêmo-lo com o intuito de dar a conhecer as técnicas a quem tem blogs ou a quem programa blogs. Muitas vezes os webdesigners e programadores propriamente ditos, ficam de fora do target alvo dos nossos artigos, pelo que achei importante referir algumas ideias base para todos aqueles que se dedicam ao webdesign e programação de páginas. Não necessariamente blogs.
Pelo que tenho visto nos comentários e pelos emails que tenho recibido, existem muitos leitores aqui no blog, dedicados à criação de páginas em WordPress e Joomla, bem como a partir de outros CMSs.
Vamos então perceber de que forma deve ser tratado o website ou blog, antes de ser entregue ao cliente.

[1] Nunca tente enganar o Google
Esta é quase uma regra de ouro para tudo. Tentar enganar o Google é definitivamente a pior opção em termos de SEO. Há quem o faça através do Black Hat SEO ou do Grey Hat SEO, embora este último seja uma versão bastante mais light do assunto, mas definitivamente que ambos são péssimas opções.
O Google tem uma equipa de milhares de engenheiros que trabalham todos os dias para que o Google não seja enganado em basicamente nada, incluindo obviamente o rankeamento das pesquisas no seu motor de busca. Preocupe-se em criar websites ou blogs de qualidade.

[2] Utilização das Keywords
Defina bem quais as palavras-chave ou frases que explicam o seu website ou blog, e utilize-as dentro do conteúdo, nas metatags, nos títulos dos artigos, no title do website, e em outros locais que possam servir também como porta de entrada para os robots do google, como os títulos h2, h3 e h4. Evite utilizar as suas palavras-chave abusivamente com o intuito de o Google o encontrar ou rankear mais favoravelmente, porque isso não vai acontecer. Leia bem a regra Nº1.

[3] O conteúdo é o mais importante
Você pode ser um designer brilhante e fantástico, mas a verdade é que as pessoas procuram conteúdo nos motores de busca. Não procuram design.
Em termos de estrutura, o seu website deverá funcionar como uma pirâmida invertida. Visualize a imagem e tente perceber porquê. Eu dou-lhe uma ajuda. A ideia básica da pirâmida invertida, é começar com pouco e terminar com muito, correcto? A ideia em termos de estrutrura é basicamente o mesmo.
Você deve concentrar-se nos títulos H1 e nas keywords do website, apresentar na homepage resumos dos seus artigos, em que o primeiro parágrafo seja basicamente um resumo do conteúdo completo.

[4] Código limpinho é sempre mais apreciado
Pode parecer que não, mas código HTML, PHP ou CSS mais limpo e organizado, é definitivamente um regalo para os motores de busca. A forma como a leitura é feita é muito mais rápida, e isso faz com que o seu posicionamento nos motores de busca seja igualmente mais rápido e eficiente.
Procure melhorar o seu código HTML, utilizando mais ou menos uma estrutura simples: página de navegação, título h1, primeiro parágrafo, etc. E utilize sempre o código explicito para aquilo que está a fazer, nomeadamente o uso dos parâmetros UL para listas, P para parágrafos, H para os subtítulos e tags, e o Bold para textos realçados. Utilizar em demasia não ajuda em nada.
O código CSS é precisamente a mesma coisa, mas com a vantagem de você puder ser criativo e adaptar o seu estilo, não incorrendo no erro de não se preocupar com a página e com o código.

[5] A Homepage é a página mais importante
A sua homepage é certamente a grande chave para o seu website ou blog ser encontrado nos motores de busca. Essa homapage deverá conter um sumário de todos os outros conteúdos inseridos dentro do seu website. É importante que utilize um esquema de sumário, como o que existe aqui na homepage do blog, mas que utilize uma estrutura interessante, para que o utilizador tenha uma experiência positiva e interesse em verificar o que se encontra dentro dessas outras páginas.
O sumário deverá ser também um resumo do que o utilizador irá encontrar dentro do artigo completo.

[6] Os links são extremamente importantes
Já aqui dissemos várias vezes que os links são extremamente importantes, e nada verdade são.
É importante saber que o google se preocupa imenso com os links, sejam eles internos ou externos, bem como se preocupa com o seu texto âncora e com o link para onde apontam.
Portanto, é importante utilizar o texto âncora de forma eficiente e relevante. Utilizar palavras como “clique aqui”, “veja aqui” ou “leia mais aqui” não são seguramente bons exemplos.
Quanto mais relevantes os seus links forem, mais importante a sua página se torna em termos de SEO e posicionamento nos motores de busca.

[7] Optimizar imagens com texto ALT
Optimizar imagens no seu website é muito importante e brevemente vou escrever um artigo sobre isso. Toda e qualquer imagem no seu website ou blog, deverá fazer uso do texto ALT. Preocupe-se em dar um nome correcto à sua imagem, mas também a dar-lhe um texto ALT relevante. Quando insere uma imagem no seu blog ou website, preocupe-se em dar-lhe atributos através das propriedades, e esse texto ALT será extremamente importante para que depois você seja encontrado em serviços como o Google Images.

[8] As Meta Tags perderam importância
Esta ideia parece que é do senso comum actual. As meta tags perderam efectivamente o poder que tinham há uns anos, e hoje, a única meta tag que é realmente importante é a tag de descrição. Os motores de busca utilizam essa meta tag para definir o texto descritivo sobre o seu website, pelo que é importante ter um texto relavante e interessante a quem o encontra nos motores de busca.

[9] Criar um sitemap
Criar um sitemap é na verdade muito simples. Para programadores ainda mais.
Crie um ficheiro xml que importa todos os links do seu website ou blog, e insira-o no Google Webmaster Tools. Se não souber o que é um sitemap, leia este artigo sobre sitemaps, do Google.

[10] Webdesign para humanos
Os motores de busca procuram em websites e blogs, conteúdos. Isso é um ponto acente e claro.
Mas, os motores de busca estão programados para encontrarem aquilo que os humanos tanto procuram, portanto, é importante também que você desenvolva um design para humanos.
Preocupe-se em resolver pequenos problemas e principalmente em manter a estrutura dos seus websites ou blogs, fiel aos principios de SEO e aquilo que os motores de busca procuram e desejam.
Esqueça o seu ego e a arte que vive dentro de si, e crie websites que tenham uma estrutura sólida e de qualidade. Isso é bastante mais importante na hora de rankear.
Ainda assim, você tem sempre o CSS para brincar e para introduzir o seu estilo e a sua arte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *